Oposição de São João do Sóter passa vergonha ao dar votação pífia aos seus candidatos

A oposição sotense não cansa de passar vergonha e as eleições desse domingo (02), mostrou de fato quem tem a maior aceitação popular na cidade, tudo isso traduzido através do trabalho, da honestidade e do reconhecimento.

As urnas de São João do Soter mostraram que os opositores da prefeita terão que esperar e muito para voltar a ter vez no município. O grupo liderado pelo ex-prefeito Clodomir Rocha, ficha suja, deu uma votação pífia, que serviu apenas de chacota para os eleitores da cidade.

Eles até tentaram se unir, para dá uma votação, segundo eles “expressiva” aos seus candidatos, mas nem com essa união a turma do “mimimi” conseguiu lograr êxito, conseguindo apenas 2.046 votos, para Amanda Gentil (PP), que de fato não fez a menor diferença a eleição da deputada, mostrando mais uma vez, um verdadeiro desastre nas urnas da parte dos opositores Sotenses.

Mas o vexame político não para por aí, o deputado Adelmo Soares, que, não conseguiu se eleger, tirou apenas (640 votos), neste caso a vergonha foi maior, pois alem de não ajudar o candidato, ainda conseguiram uma votação digna de um fiasco eleitoral.

Enquanto eles choram, a prefeita Josa Silva provou que o povo esta ao seu lado, ela e seu grupo seu grupo político, mostrou que tem “café no bule” e elegeu grande parte dos seus candidatos, diga se de passagem com uma votação digna de um grande líder, totalizando mais de quatro mil votos para o deputado federal, Cleber Verde ( REPUBLICANOS)