Homem é preso pela sétima vez por violência contra a mulher em São Luís; ele é acusado de ameaçar e divulgar imagens íntimas da ex-companheira

Um homem, identificado como Thiago Pereira da Silva, de 39 anos, foi preso, nesta segunda-feira (22), por ameaça, injúria e divulgação de cenas íntimas tendo como vítima uma ex-companheira. Essa é a sétima vez que Thiago é preso por crimes da mesma natureza.

O homem foi preso em cumprimento ao mandado de prisão preventiva, expedido pela Central de Inquéritos e Custódia da Comarca de São Luís. Segundo o que foi apurado pela Delegacia Especial da Mulher de São Luís, Thiago Pereira manteve um relacionamento amoroso com a vítima por cerca de um mês e, após o término, ele passou a agredi-la verbalmente, ameaçá-la e, por fim, divulgou um vídeo intimo com cenas de sexo entre ele e a vítima.

A polícia investigou o caso e descobriu que o homem estava residindo em uma quitinete no bairro Forquilha, em São Luís, local onde foi detido e apresentando no plantão da Delegacia da Mulher.

Após a adoção das providências legais, o preso foi encaminhado para Central de Inquérito e Custódia, onde permanece à disposição do Poder Judiciário.

Ainda de acordo com a Delegacia da Mulher, o homem responde a 14 processos criminais, e destes, 10 na 1ª Vara Especial de Violência Doméstica e Familiar. Além disso, ele já foi preso sete vezes por crimes no âmbito da violência doméstica.

A polícia aponta que o modus operandi do autor é sempre com extremo menosprezo à mulher, representando, pois, grande risco para as mulheres com quem se envolve.

Em 2018, Thiago Pereira da Silva foi preso acusado de descumprir uma medida protetiva de urgência, prevista na Lei Maria da Penha, em favor de uma ex-namorada. Na época, o homem era acusado de agredir a jovem, identificada como Jully Rego de Lima, que chegou a falar publicamente sobre o caso, afirmando que até a sua família era ameaçada pelo agressor.

g1 Maranhão