Flávio Dino Prorroga até o dia 28 de março as medidas restritivas no Maranhão

Flávio Dino Prorroga até o dia 28 de março as medidas restritivas no Maranhão

O decreto com medidas de restrição para conter a pandemia do novo coronavírus foi prorrogado até o dia 28 de março. O anúncio foi feito pelo governador Flávio Dino, durante a coletiva desta sexta-feira (19).

Tudo que estava vigente sobre horário de comércio, igrejas, fechamento de bares e restaurantes e suspensão do serviço público estadual foi prorrogado por mais uma semana.

Em todo o Maranhão, foi antecipado já para o dia 26 deste mês o feriado da Adesão do Maranhão à Independência do Brasil, celebrado em 28 de julho. Aumentando o grau das restrições, o decreto inclui agora a suspensão das atividades não essenciais nos dias 27 e 28 de março e a suspensão das cirurgias eletivas na rede privada a partir de segunda-feira (22).

O horário e limite de ocupação de alguns serviços também vão sofrer alteração até o dia 28 na Grande São Luís: Veja como ficam:

Construção civil: funcionamento das 7h às 16h

Academias: podem funcionar respeitando o limite de 50% da ocupação

Supermercados: podem funcionar respeitando o limite de 50% de ocupação (1 por família

Vacina contra a Covid-19

O governador frisou que o Maranhão assinou o contrato para a compra de 4,582 milhões de doses da vacina russa Sputnik, produzida pelo instituto russo Gamaleya em parceria com a farmacêutica brasileira União Química. O contrato prevê o valor total de R$ 254 milhões. A eficácia da Sputnik, conforme expôs em painel o governador, é de 91,96% e está em uso em mais de 40 países.

Dino mostrou a situação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) reservados para Covid-19. A taxa de ocupação na Grande Ilha chegou a 95,26%. Isso significa que estão disponíveis apenas 11 dos 232 leitos destinados para pacientes de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa, além dos casos graves vindos de cidades do interior do Estado. Os hospitais UDI e São Domingos estão no limite. Em Imperatriz, segunda maior cidade do Maranhão, a ocupação de leitos de UTI da rede estadual chegou aos 100%.

O Maranhão recebeu até essa quinta-feira (18), 632 mil doses de vacinadas e distribuiu 438 mil. No Estado, 341 mil doses foram aplicadas pelos municípios. Até o momento, 194 cidades maranhenses registram aplicação da vacina acima de 70%.

Coronavírus no Maranhão

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou, em boletim divulgado na noite dessa quinta (18), que o Maranhão tem 5.603 mortes e 231.874 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19). De acordo com a SES, foram contabilizados 35 óbitos e 799 pessoas infectadas pelo coronavírus nas últimas 24 horas no Estado, sendo 147 na Grande Ilha de São Luís, 67 em Imperatriz e 585 nos demais municípios. A taxa de letalidade da Covid-19 no Maranhão, por sua vez, registrou alta e está em 2,41%.

Imirante.com

%d blogueiros gostam disto: