Ciro Neto participa de CPI que investiga o aumento no preço dos combustíveis.

Ciro Neto participa de CPI que investiga o aumento no preço dos combustíveis.

Comissão Parlamentar de Inquérito investiga na Assembleia Legislativa o aumento dos preços de combustíveis no
Estado.

Assembleia Legislativa do Maranhão realizou nesta segunda-feira (15), a primeira reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que deverá apurar em até 120 dias, supostas irregularidades no reajuste sucessivo dos preços de combustíveis no Maranhão. Durante a reunião, estiveram presentes, os deputados titulares da CPI, Ciro Neto (PP), Duarte Júnior (Republicanos), Roberto Costa (MDB), além do deputado Wellington do Curso (PSDB). Já os parlamentares Rafael Leitoa (PDT) e Ana do Gás (PCdoB) participaram de forma remota.

Decisões e ações.

Também nesta segunda-feira, foram eleitos o deputado Duarte Jr. como presidente, Ana do Gás será vice-presidente, e a relatoria da CPI, ficou a cargo do deputado Roberto Costa.

Ainda na mesma reunião, 8 requerimentos, foram elaborados, onde em sua grande maioria pedem documentos as revendedoras de combustíveis (por exemplo: notas fiscais, demonstrativos, balanços patrimoniais e custos operacionais), outros documentos pedem o auxílio de outros órgãos públicos e fiscalizadores, solicitando o apoio técnico a comissão.

O impacto do aumento e da comissão.

Ao final da reunião em entrevista para a TV Assembleia, o deputado Ciro, explicitou que “Ficarei feliz se, ao término dessa CPI, os trabalhos puderem contribuir para que haja essa redução do preço dos combustíveis ou, por detectar algum vício, ou falha dentro da formulação final do preço, para assim contribuir com iniciativas que possam vir a reduzir esse valor”.

Outra reflexão feita por Ciro Neto, é o impacto do aumento dos combustíveis em todo o Estado em diversos setores ainda mais no momento crítico da pandemia da covid-19 “A redução do preço do combustível poderá trazer uma redução em outros itens como, transporte público, e diversas categorias como um todo poderão ter essa redução, que seria benéfica neste momento”.

Veja o vídeo da matéria completa logo abaixo:

%d blogueiros gostam disto: