Em plena pandemia, Presidente Dutra pode enfrentar falta de medicamentos na saúde pública.

Em plena pandemia, Presidente Dutra pode enfrentar falta de medicamentos na saúde pública.

Ainda sem licitação, de acordo com portal da transparência, Presidente Dutra entra no terceiro mês de desmando, agora enfrentando o risco da falta de medicamentos na rede municipal.

Na última semana os presidutrenses entraram no terceiro mês do mandato do prefeito Raimundinho da Audiolar, e agora correm o risco de o município passar por um desabastecimento de medicamentos, nos Hospitais e UBS da cidade.

Tendo em vista, de que existe apenas uma adesão de ata de preço, realizada na semana passada, ainda não havendo compra registrada no Portal da Transparência, o município pode estar mais perto ainda de uma crise.

Ué, mas de onde veio o medicamento que está sendo usado hoje?

Será possível que sejam o que restou ainda da administração do ex-prefeito Juran?

É difícil entender o que acontece na administração pública de Raimundinho atualmente, já os seus correligionários não alinham as fofocas, ainda no começo do ano, espalharam rumores de que o ex-prefeito não havia deixado medicamentos, mas, miraculosamente o Hospital ainda segue relativamente abastecido, mesmo sem nenhuma licitação ou compra que tenha sido feita desde que assumiu.

Ou será que a irresponsabilidade é tamanha que, o Hospital não tem medicamentos, seguirá sem medicamentos por mais quanto tempo senhor prefeito?

Enquanto isso tudo acontece em Presidente Dutra, duas grávidas já vieram à óbito esse ano no Hospital Municipal, e ainda hoje, parturientes estão sendo aconselhadas a dar à luz em outro município devido ao desmantelo da saúde do município, causado pelo prefeito Raimundinho em menos de três meses atrasados.

Os funcionários

Mesmo com o que já foi citado, somado com a crise na saúde causada pelo covid-19, os funcionários da saúde seguem sendo desvalorizados, já que o prefeito retirou várias direitos e gratificações dos trabalhadores dessa classe.

Ainda nos últimos dias, vem sendo veiculado nos Grupos de WhatsApp da cidade, em que Micherlli Fernandes (atual diretor do Hospital), manda os funcionários da saúde ficarem calados.

Veja abaixo:

Lembrando que, foi reportado para a mídia maranhense, várias manchetes do Secretário de Saúde Municipal, Ricardo Lucena (vereador licenciado), em festas no meio da pandemia mundial. Excelente exemplo do secretário de saúde.

Até então os medicamentos vão sendo usados, o dinheiro continua caindo nas contas da prefeitura, enquanto os presidutrenses sofrem e poderão sofrer ainda mais com o caos na administração de Raimundinho&companhia

Aproveite e veja o repasse de mais de R$2 milhões já feitos em 2021, pelo Fundo Nacional de Saúde:

%d blogueiros gostam disto: